Há mais Serra da Estrela para além da Neve ?

Por | 26 January, 2022 | 0 comentários

A resposta é sim, já percebemos que o frio veio para ficar e é com ele que nos aquecemos na entrada do novo ano. Janeiro, é o mês da neve e não só. Por isso, troque a manta pelo agasalho, vamos rumar ao destino mais invernoso e caloroso de Portugal.

 

Segue um roteiro fresquinho para descobrir as maravilhas do Inverno da Serra da Estrela. Desde os cenários idílicos, às cascatas imponentes do vales glaciários, descubra as apaixonantes Aldeias Históricas de Portugal e visite os locais mais emblemáticos do património cultural e natural da região da Beira Interior, repleto de sabores intemporais e tradições seculares que descrevem a beleza de gentes de outrora.

 

Vamos a isso ?

 

Miradouro dos Piornos

 

O Parque Natural da Serra da Estrela é conhecido pelo seu prestígio geológico e florístico. Este miradouro oferece-lhe a paisagem perfeita do Geopark Estrela, ao longo do alinhamento tectónico do Zêzere-Alforfa. Desde da Nave de Santo António para o planalto da Torre, vislumbre e registe a imponência dos três maciços rochosos, designados de Cântaros (Raso, Magro e Gordo), a moreia glaciária do Poio do Judeu e a Barragem do Covão do Ferro (Padre Alfredo).

 

A uma altura de 1630 metros, este é o novo elemento da rede de miradouros da Estrela. O sítio ideal para apreciar o efeito dos antigos glaciares na Serra da Estrela e desfrutar da golden hour que a montanha tem para oferecer.

 

 

Da Torre à Lagoa Comprida

 

Famosa pelos lençóis de neve que cobrem a montanha durante a estação, na Torre pode desfrutar das paisagens sublimes, praticar desportos de inverno e, se o tempo assim o deixar,  aproveitar da neve que todos os anos visita o ponto mais alto de Portugal Continental.

 

Rume até à Lagoa Comprida, a maior lagoa artificial do planalto superior da Serra da Estrela. Ouça o silêncio que caracteriza este magnífico espaço e aproveite para caminhar ao longo do seu dique. Esta estrutura faz parte de um dos projetos de engenharia hidroelétrica mais sublimes do nosso país e que perdura desde da 1ª década do Séc. XX até aos dias de hoje.

 

 

Poço do Inferno

 

Descendo a montanha, perto do concelho de Manteigas descobrimos a Rota do Poço do Inferno que esconde a cascata mais bem guardada da Serra da Estrela. A garganta aberta da Ribeira de Leandres desce das alturas, abrindo-se ao mundo numa queda de água cristalina e gélida de 10 metros, para um efeito natural espetacular, imponente e de visita obrigatória.

 

No meio da floresta imensa, aqui predominam as mais variadas espécies de fauna e flora. Este é o ex-libris natural da Serra da Estrela, tornando-se num dos locais mais procuradores pelos amantes da fotografia.

 

 

 

”Ecolã” – Fábrica do burel: O tecido que aquece os pastores

 

Desça até Manteigas. Aqui, conta-se a história de um tecido intemporal e rústico, fruto da lã mais pura oriunda de rebanhos que pastoreiam esta montanha há milénios.

 

Nesta fábrica recuperada de lanifícios do Século XIX, abriram-se novos horizontes para fazer renascer um dos segredos mais bem guardados da Serra da Estrela. Um programa para desfrutar a dois, ou em família, que lhe traz uma diversidade de texturas e de pontos ligados à tradição e à cultura serrana, que nos aquece o coração e partilha o valor de um tecido tão português – a lã.

 

 

 

Aldeias Históricas: Castelos, Tradição e História

 

O Unesco Geopark Estrela não convida apenas ao contacto com a natureza. A proximidade com a fronteira de Espanha remete-nos para tempos históricos que ainda hoje preservam uma grande vertente cultural. Não só pelo seu património arquitetónico, as Aldeias da Beira Interior destacam-se ainda pelo seu património imaterial.

 

Desde os castelos, às igrejas e palácios emblemáticos, esta rota oferece uma viagem pelo vasto património etnográfico da nossa identidade, com cenários de lendas épicas e de episódios medievais de grande relevância histórica. Conheça Belmonte, Sortelha, o Castelo Novo e as restantes aldeias históricas que retratam o encanto de tradições seculares.

 

 

 

Os Sabores Intemporais

 

E quando falamos de aldeias e de história, a tradição da boa mesa e de ”saber receber”, também acompanha séculos de aperfeiçoamento e de mudança. Intercale os passeios e caminhadas, num roteiro pela deliciosa gastronomia beirã, onde o vinho de altitude, o queijo e os enchidos têm o verdadeiro sabor de montanha de um know-how que se perde no tempo.

 

Visite o tradicional Museu do Queijo, que ainda hoje marca um dos destinos turísticos mais procurados pelos visitantes da Serra da Estrela. Na ”maridagem” com o tradicional vinho beirão, descubra os verdadeiros Sabores da Montanha que a Covilhã tem para oferecer.

 

 

 

Covilhã: da ”Cidade-Fábrica” à ”Cidade-Neve”

 

No coração da Serra da Estrela, a Covilhã tornou-se o epicentro do universo da lã. Recentemente incluída na Rede das Cidades Criativas da UNESCO, o seu perfil geográfico e histórico fez da ”cidade-fábrica” uma fonte de inspiração para criações artísticas.

 

Por toda a cidade, se descobrem testemunhos de um passo refortalecido na era contemporânea. Desde as antigas fábricas dos lanifícios, que ganharam uma nova vida, perca-se nas inspirações criativas da arte urbana espalhadas no centro histórico da cidade, pelas mãos do Festival WOOL – Covilhã Arte Urbana, que atrai milhares de turistas todos os anos. Nos intervalos, descubra os sabores gastronómicos e a história da transumância que marca o perfil da cidade antigamente cantada por Amália Rodrigues.

 

 

 

“Covilhã cidade neve,
Fiandeira alegre e contente,
És o gesto que descreve,
O passado heroico e valente.”

 

A beleza da Serra da Estrela não passa somente pela natureza apaixonante que pinta cenários dignos de um conto de fadas. Aqui nasceu o berço de um património cultural e gastronómico que vai além fronteiras e que faz de Serra da Estrela um destino obrigatório e ímpar, durante os 365 dias do ano.

 

A neve, só é um dos mil motivos para nos visitar … De que está à espera ?

 

Para programas lúdicos, circuitos e percursos a descobrir na Serra da Estrela, consulte  o nosso guia Nuno Adriano para mais informações. Contacto disponível através das receções das nossas unidades.

Categorías: Destino, Experiências, Gastronomia

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado*

*