Vivemos a natureza, preservamos o ambiente!

Por | 15 November, 2021 | 0 comentários

Nas duas semanas em que a Cimeira do Clima (Cop26) esteve nas bocas do mundo, relembramos o nosso compromisso: a sustentabilidade ambiental.

 

Inseridos no Parque Natural da Serra da Estrela (Geopark Estrela), procuramos ir de encontro à sua essência, unindo inovação ao tradicional.

 

Com certificados eco-hotel e ISO 14001, no grupo Natura IMB Hotels privilegiamos o meio-ambiente, sendo todas as nossas unidades apoiadas por centrais fotovoltaicas de energia elétrica ‘’verde’’.

 

Saúde, natureza e tradição são alguns dos pilares mais importantes do grupo. Inspirados pela subsistência dos antepassados, recorremos, ainda, à utilização de produtos endógenos e orgânicos, que a nossa região tem para oferecer.

 

No Lusitânia, o primeiro Bio-Friendly Hotel do país, situado na cidade Guarda, une-se o conceito de bem-estar ao estilo de vida saudável, com amplos jardins e uma Horta Biológica – a Horta Lusitana, com cerca de 2500 m2.

 

Voltando à Cop26, líderes mundiais, especialistas e ativistas reuniram-se em Glasgow de 31 de outubro a 12 de novembro, na 26.ª edição da Cimeira do Clima das Nações Unidas.

 

Ao longo de duas semanas, foram vários os debates, acordos e discussões para enfrentar a crise climática, definida como a “última oportunidade” para retomar o controlo do clima.

 

Entre os demais objetivos destacam-se quatro pontos cruciais para preservar o meio-ambiente, segundo a página oficial da Cop26:

 

  1. MITIGAR: Limitar o aquecimento global a 1.5ºC e assegurar zero emissões até 2050. Reduzindo a desflorestação, exploração e utilização de carvão. Incentivar o investimento em energias renováveis e a mudança para veículos elétricos.

 

  1. ADAPTAR: Proteger comunidades e habitats naturais, apostando na restauração e preservação de ecossistemas, infraestruturas resilientes, sistemas de defesa.

 

  1. FINANCIAR: Os países desenvolvidos terão de mobilizar o financiamento para garantir a sustentabilidade ambiental e preservação do meio-ambiente.

 

  1. COLABORAR:  Alcançar os objetivos, trabalhando em conjunto.

 

Estes foram os objetivos centrais debatidos nos 15 dias de conferências que resultaram numa reviravolta de última hora, a adoção formal, mas discutível, de um acordo que visa o fim progressivo da utilização de carvão para a produção de energia sem medidas de redução de emissões.

Categorías: Destino, Experiências

Deixe um comentário

O seu e-mail não será publicado*

*